writing-prompts-1
writingtown

Writing prompts: desafie sua criatividade escrevendo

Para quem adora escrever ou está interessado em começar, essa dica é de ouro! Encontrar tempo e um refúgio para trabalhar a escrita já é um grande obstáculo. Pior ainda é quando encontramos um momento, nos preparamos para escrever e… nos deparamos tanto com uma folha quanto com uma mente em branco. É um momento frustrante que imediatamente cria sentimentos de dúvida e insatisfação. Quem já passou por isso sabe o quão prejudicial pode ser para o ânimo.

Com isso, surgem uma série de dicas para “espairecer” a cabeça do escritor, como dar uma caminhada, ler um livro, assistir um filme e tomar um café. O que acontece é que essas atividades, que tem como objetivo relaxar o autor, estressado por não conseguir escrever, têm exatamente o efeito contrário e o distanciam da única coisa que ele realmente precisa fazer: sentar e escrever.

Uma distração pode, sim, renovar seu humor e te inspirar, mas de que irá adiantar se você não vai mais ter tempo para escrever no mesmo dia? E quem garante que esse sentimento não voltará na próxima oportunidade? Para vencer suas dificuldades com a escrita, a dica é simples: escrever. Complicado mesmo é a execução dessa tarefa.

Para te ajudar a exercitar a sua escrita, trouxemos hoje uma ótima dica, que vai desafiar a sua mente e os seus talentos: os writing prompts.

Writing Prompts

writing-prompts-2

Foto de Glenn Carstens-Peters no Unsplash.

Os writing prompts nada mais são do que propostas de escrita, um gatilho ou uma ideia que vai despertar a criatividade do seu cérebro, afastando da sua mente qualquer possibilidade de “bloqueio” ou vazio, impulsionando a sua escrita. O writing prompt pode ser uma palavra, uma frase ou até mesmo uma imagem que você irá utilizar como base para criar uma história.

É um exercício muito utilizado, até mesmo em escolas, onde você já recebe um tema ou uma proposta e precisa se esforçar para criar algo em torno daquilo. Os writing prompts podem, ainda, conter características que desafiam o autor como, por exemplo, tons de terror quando o autor está acostumado a trabalhar com comédia ou ser em primeira pessoa quando se está acostumado a trabalhar em terceira, etc. Isso o tira da sua zona de conforto e faz você quebrar suas próprias barreiras.

É uma forma de sentar e ter sobre o que escrever, ter um norte por onde começar. Isso já elimina uma das desculpas mais recorrentes e vai te ajudar a dar o pontapé inicial. Você pode gastar uns 5 ou 10 minutos olhando para a imagem ou relendo a frase, imaginando o personagem e a situação. Procure realmente trabalhar em torno daquilo. É um exercício diário muito válido que vai te ajudar a ficar mais familiarizado com o hábito de escrever.

A moral do exercício é te ajudar a escrever. Não importa se o resultado será um conto curto, uma descrição ou frases cruas e sem ligação entre elas. O objetivo é fornecer um foco ao escritor, que pode ater-se à proposta ou extrapolá-la por completo. É um recurso para que você escreva sem inibições e expectativas.

Colocando em prática

writing-prompts-3

Foto de Alexis Brown no Unsplash.

Se você está disposto a testar essa técnica, basta achar referências. Você pode criar uma pasta no seu computador com vários writing prompts, para você buscar uma proposta sempre que precisar. Outra ideia muito interessante para te impulsionar é criar um blog ou usar as redes sociais para postar as suas histórias. Ter um público vai te motivar e você pode incentivar outras pessoas, ao mesmo tempo em que recebe apoio. Caso tenha amigos que estão no mesmo barco que você, vocês podem criar um “Clube de Escrita” e elaborar uma história ao redor da mesma proposta toda a semana, compartilhando os resultados entre si.

Para ajudar nossos hobbietantes, criamos um Painel no nosso Pinterest com várias ideias de writing prompts, que vamos atualizar com o passar dos dias. No Painel você irá encontrar imagens, frases, palavras e até parágrafos. Basta escolher uma proposta aleatória e desenvolver a sua história (não fique olhando todas, pois isso também irá te atrasar e deixar indeciso). Se for publicar nas redes sociais, utilize a hashtag #writingtown para que outros aspirantes possam ler sua produção.

Ainda, fizemos uma lista com sites que disponibilizam sons ambientes (como chuva, cafeterias e lareiras) que tornam todas as atividades mais imersivas e relaxantes. Confira e descubra uma nova forma de viajar enquanto escreve!

Sem mais desculpas

Ao invés de sentar durante horas, procurando sobre o que escrever, você vai ter em mãos uma série de writing prompts. Basta escolher um rapidamente e esquecer o bloqueio criativo. Você pode desenvolver muitos personagens interessantes e descobrir que também sabe ser criativo quando se esforça e quando está focado.

Lembre-se de que isso é um exercício para desenvolver um hábito. Você não precisa criar a melhor história e transformar ela em um livro, mas, sim, exercitar a sua escrita para melhorar o seu desempenho. Estimule sua mente através de palavras, frases e imagens e, por consequência, aprenda cada vez mais. Quanto mais você escrever, mais familiarizado você estará com as suas capacidades e, dessa forma, mais à vontade ficará com as palavras!

Não se esqueça de conferir o nosso painel e de nos seguir no Pinterest, para que você sempre seja notificado quando postarmos um novo writing prompt.

O que achou dessa técnica? Como você incentiva sua escrita? Conte a sua experiência e ajude outros escritores!

«

»

GOSTOU DO POST? QUAL É A SUA OPINIÃO?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.